Publicado por: Malhado | 01-02-2011

Celebrando Lughnasadh

Atenção: antes de preparar essa celebração, leia com atenção nossas Dicas de Etiqueta para que seu evento seja melhor sucedido, especialmente se convidar pessoas para celebrá-lo com você. Lembre-se também de que aqui estão sugestões para ajudá-lo a encontrar o seu próprio jeito de receber os Deuses e os Fogos de Beltane em sua casa. Esta é uma festa, e como toda festa ela deve ter a sua cara e trazer felicidade para os presentes.

Entendendo o Festival

Pela contagem de tempo das estações segundo os celtas, este é o festival que dá início ao Outono. O ritmo da terra começa a mudar e esta é a época da primeira colheita.

Frutas, legumes e verduras da estação são muito bem-vindos, mas aqui existe uma relação um pouco mais especial. Um dos nomes antigos desse festival, “Brón Trogain“, faz alusão às dores do parto, e é nesta época que a terra partureja diversos alimentos que serão responsáveis por nos nutrir. Essa primeira colheita é importante para a nossa subsistência e celebrar o alimento que recebemos é mais que natural.

A dor do parto nos lembra ainda da maternidade, mesmo quando por adoção. E Lugh oferece esse Festival em honra à Sua mãe-adotiva, Tailtiu, cujo nome advém de Talantiu, “a grandiosa da terra”. Tailtiu foi a última rainha dos Fir Bolg e morreu de exaustão após limpar uma vasta área de floresta para que a terra pudesse ser cultivada. Em sua honra, e a pedido da mesma, são realizados ainda os jogos desse festival.

É tempo de conhecer, explorar e aprender a melhor utilizar os seus talentos, sejam eles nas artes, no comércio, nos esportes ou em qualquer outra área. Conheça suas potencialidades e dê vazão a elas.

Celebrando

Na noite anterior, tome um banho relaxante já se preparando para descansar muito bem. Saboreie esse momento como alguém que vai se preparar para uma árdua jornada de trabalho no dia seguinte, e mentalize as energias do festival permeando seus poros. Imagine-se capaz de realizar qualquer tarefa e peça a Lugh que essa capacidade lhe seja concedida durante o sono. Durma em paz.

No dia seguinte, arrume sua casa e prepare a festa. Enfeites temáticos com frutas, sempre do lugar onde você more, são muito interessantes, ainda mais quando os enfeites podem ser literalmente comidos por quem celebre com você. Não se esqueça de música, e música alegre, pois é tempo de receber as dádivas do solo e partilhá-las com os seus. Prepare jogos, mesmo que sejam de tabuleiro ou vídeo games, mas lembre-se de que a função deles é agregar pessoas, e são isolá-las ou a si mesmo do convívio com os outros. Nada de jogos de uma pessoa só, a não ser que você esteja celebrando só.

Prepare a comida e não esqueça de manter especialmente limpo seu altar. Nesse dia é interessante representar Tailtiu nele sob a forma de uma mulher sentada num trono e adornar-lhe a cabeça com uma coroa de flores. Se você for mulher, por exemplo, poderá usar a coroa de flores em si mesma e honrá-la. Aliás, todas as mulheres podem usar coroas e os homens brindar ao vigor físico, nessa data, e isso independe de orientação sexual, uma vez que os homens representam os guerreiros e as mulheres as mães.

Tome um banho e vista-se muito bem para esse festival, sirva a comida e partilhe-a com todos como nos outros festivais, sempre lembrando-se de que o dono da casa ou seu ancião deve fazer o brinde de agradecimento pela presença de todos, se estiver acompanhado, mas agradecer principalmente a Lugh pelo tempo de colheita, fazendo um pedido para que ela seja abundante a todos, ainda mais nesse tempo em que muitos estão desabrigados devido às chuvas pelo país afora. Lembrando novamente a ordem, agradeça às pessoas presentes, aos espíritos amigos que vivem à sua volta, ao povo das fadas se tiver relações com eles, pelo alimento que os sustentará, aos antepassados e, por fim, aos Deuses. Após esses agradecimentos, diga uma bênção para os presentes e comam juntos, ao som de música.

Após o jantar, converse e inicie os jogos, se é que já não tinha dado início a eles. Enquanto o foco de todos está em divertir-se, lembre-se de que as bênçãos de Lugh recaem sobre todos os presentes, e guarde a lembrança desse momento para depositar em seu altar como energia extra para períodos de dificuldade. Registre esse momento e reflita sobre as suas capacidades e o como nos limitamos. A partir do dia seguinte, e quem sabe durante a própria celebração, comece a desafiar suas limitações com a certeza de que você pode sempre um pouco mais do que imaginava… e às vezes muito mais.

Feliz Lughnasadh!!!

E que Lugh abençoe a todos!!!

Anúncios

Responses

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Katharina Dupont and Ana Cláudia, Alexandre Malhado. Alexandre Malhado said: #Druidismo Celebrando Lughnasadh http://ow.ly/1b8lCb […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: